Relação entre Insónia e Ansiedade

Relação entre Insónia e Ansiedade

Relação entre Insónia e Ansiedade

Se perguntarmos para um leigo, se ele acredita que existe uma relação entre insónia e ansiedade, a provável resposta será sim! Será que sabemos dizer o porquê? Neste artigo, responderemos a essa dúvida, trazendo dados científicos para explicar essa associação, além de apresentar soluções simples para tratar estes problemas.

Antes de propor soluções ou apresentar dados, vamos falar de uma definição rápida de ansiedade, para nos ajudar a compreender a sua relação com a falta de sono.

Bom, segundo a ed. 15 do Guia Minha Saúde, a ansiedade é uma reação natural do corpo que surge como um alerta a uma situação adversa.

Segundo um estudo publicado por quatro doutoras em psicologia, a ansiedade ocorre diante de uma visão catastrófica dos eventos, anunciando que algo perigoso e ameaçador pode acontecer.

Você sabe como isso funciona no seu corpo?

Segundo Paulo Wesley, a ansiedade excita o nosso sistema nervoso, o que faz com que o nosso cérebro envie mensagens para as glândulas supra-renais, ficando mais alerta.

Ou seja, quando estamos ansiosos, estamos despertos, alertas, preparados para o perigo e, consequentemente, não conseguimos dormir.

Você conseguiria dormir se tivesse uma cobra de baixo de sua cama? Ou se houvesse um animal selvagem na porta do seu quarto?

Imagino que a resposta seja não! Afinal, essa é uma situação de perigo. Se o nosso cérebro, identifica certas situações da nossa vida, como um risco à nossa sobrevivência, como conseguiremos dormir?

Saiba mais sobre ansiedade.

O que os especialistas dizem sobre a relação entre insónia e ansiedade?

Dessa forma, podemos referir que a insónia pode ser sintoma (ou consequência) da ansiedade ou ainda que ansiedade pode ser uma das causas da insónia, ou seja, há uma relação directa entre insónia e ansiedade.

Segundo a PhD em psicologia Jeanne Segal, no seu site referiu que os distúrbios do sono podem ser causados por três principais fatores: ansiedade, stress e depressão.

Já Marcelo Oliveira afirmou no seu livro: “embora não haja um motivo único e simples, por que algumas pessoas não conseguem dormir, a maioria dos especialistas concordam que a insónia é provocada por stress, ansiedade e medicamentos ou cafeína.”

Este mesmo autor também afirmou que uma grande percentagem de casos de insónia crónica, são causados por são ansiedade, depressão e transtorno bipolar, mostrando mais uma vez que, existe uma forte relação entre insónia e ansiedade.

Ou seja, de certa forma, muitos profissionais da saúde concordam que, preocupações com a vida quotidiana, deixam as pessoas em estado de alerta e e podem causar distúrbios no sono.

Terrível, não?

Em determinados dias, você demorou a adormecer simplesmente porque o seu cérebro não parava de funcionar ou porque você estava inquieto relativo ao dia seguinte? Se sim, então provavelmente você encontrou uma relação entre insónia e ansiedade!

Pois saiba que isso é comum, mas não é saudável. É comum porque muitos indivíduos convivem com esse distúrbio, mas não é saudável e você pode reverter a situação.

O que os números dizem sobre a relação insónia-ansiedade?

Infográfico sobre relação entre insónia e Ansiedade

Infográfico sobre relação entre insónia e Ansiedade

Vamos apresentar alguns dados estatísticos que pretendem demonstrar a relação entre insónia e ansiedade.

Por exemplo, você sabia que a ansiedade representa quase 50% dos casos de insónia crónica?

Sim! Conforme Macelo Oliveira escreveu no seu livro, a ansiedade é a principal responsável pela falta de sono dos indivíduos, explicando a principal relação entre insónia e ansiedade.

Assim, mais uma vez, vemos uma forte relação de causa-e-efeito entre estes dois distúrbios.

Outro dado interessante, foi apresentado no artigo de alguns psicólogos divulgado na Revista de Saúde Pública. A pesquisa constatou que 10,6% de 77 idosos estudados, apresentavam transtorno de ansiedade generalizada e que isso lhes causava dificuldades em dormir.

Outro estudo descrito por Arlin Cuncin, autor do livro Therapy in Focus, mostrou que do total de 200 estudantes participantes da pesquisa, quase todos apresentaram a ansiedade social, como factor responsável, por aumentar os seus sintomas de insónia.

Por fim, para mostrar a relação entre insónia e ansiedade, mostraremos as dados sobre as causas das dificuldades em dormir, encontrados por pesquisadores de uma universidade egípcia.

Esse estudo da Mansoura University mostrou que, a insónia em 63,6% dos casos, é causada por depressão, 78,8% por ansiedade e 57,8% por stress.

Veja o infográfico com as principais estatísticas da relação desses problemas.

Qual o melhor tratamento para a insónia causada pela ansiedade?

Bom existem várias formas de tratar a insónia, mas esse não é o objectivo desse artigo. Deve ler mais sobre esse assunto, no nosso artigo sobre insónia. Neste artigo o objectivo é apresentar alguns dados que revelam a relação entre insónia e ansiedade.

Aqui mostraremos como resolver o problema da insónia causada pela ansiedade, de forma eficaz e científica, sem apresentar várias técnicas para isso.

Bom, segundo Marcelo Oliveira, o chá de lúpulo é um excelente remédio natural para a insónia e para a ansiedade.

Essa planta medicinal tem uma acção calmante e também sonífera, bastante intensa e, por isso, o seu consumo é indicado para quem sofre de insónia derivada da ansiedade.

Insira o seu email para receber o Ebook Grátis -6 Passos para Tratar a Insónia

100% livre de spam.

Conclusão

Como já vimos neste artigo e noutros artigos! Alguns transtornos guardam muitas relações entre si o que faz com que as pessoas muitas vezes sofram com mais do que um problema.

É importante saber que a maioria das adversidades psíquicas podem ser vencida. Mas, antes disso precisa de compreender melhor a dificuldade que rodeia essa adversidade psíquica. É também nesse sentido que faz imensa falta o acompanhamento de um bom psicólogo.

Sugerimos bons profissionais neste site, temos indicação que eles são muito bons em Consultas de Psicologia, Psicoterapia e muito mais…

Receba o nosso ebook grátis, os 6 Passos para Tratar a Insónia.

Insira o seu email para receber o Ebook Grátis -6 Passos para Tratar a Insónia

100% livre de spam.

Referências

Revisto por: Drª Sandra Correia – Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde, Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Wesley, P. Durma Melhor: Descubra o Segredo Para Acabar De Vez Com a Insônia e Ter Uma Noite De Sono Mais Revigorante e Restauradora. Edição do Kindle

Xavier, F. M. F et al. (2001). Transtorno de ansiedade generalizada em idosos com 80 anos ou mais. Revista de Saúde Pública, 35(3), 294-302

Oliveira, K., Santos. A., Cruvinel. M., Neri. Anita. (2006). Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 2, p. 351-359

Como Vencer a Ansiedade, a Depressão e a Insônia: Guia Minha Saúde (2016). Ed.15

Oliveira, M. Guia Superando a Insônia: O Segredo Revelado para Você Acabar de Vez com a Insônia e Voltar a Dormir como um bebê . Edição do Kindle.

Cuncin, A. (2016). The Relationship Between Social Anxiety and Insomnia. Medically reviewed by Steven Gans, MD

Abdallah AR, Gabr HM. (2016). Relation between insomnia and stress, anxiety, and depression among Egyptian medical students. Middle East Current Psychiatry: Volume 23 – Issue 3 – p 119–127

Sobre o autor | Website

Insira o seu email para receber o Ebook Grátis -6 Passos para Tratar a Insónia

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!